segunda-feira, 24 de julho de 2017

Seu cachorro pode te tirar da depressão




A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. Perda de energia, falta de vontade para realizar atividades que davam prazer e cansaço constante podem ser indicativos da doença. Hoje o versinho traz pra vocês a resposta para o seguinte questionamento: Será que os cães podem ajudar a curar a depressão?

E a resposta é SIM! Não só depressão como várias outras doenças. A terapia assistida por animais (TAA) é uma intervenção que visa o desenvolvimento físico, psíquico e social do paciente. Forte nos EUA e na Europa (principalmente em Portugal e na Espanha), a TAA deu seus primeiros passos no Brasil na década de 1990. Também conhecido como “pet-terapia” e “zooterapia”, esse método alternativo de ajuda para diversas doenças e deficiências mentais e motoras serve como complemento aos tratamentos tradicionais. Os “terapeutas de quatro patas”, claro, não atuam sozinhos: as equipes podem incluir veterinários, psicólogos, médicos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e assistentes sociais. Os cachorros são os animais mais utilizados, mas cavalos, coelhos, chinchilas, gatos, peixes, tartarugas e até cobras e lagartos podem dar uma forcinha extra a quem está precisando!

Quem diria que o melhor amigo do homem também poderia ajudar em um momento tão difícil como esse?