domingo, 6 de agosto de 2017

5 cidades submersas espalhadas pelo mundo


Cidades submersas podem carregar incríveis mistérios. Perceber ali como era a vida de moradores, anos antes das inundações, é algo que mexe com a cabeça dos mais curiosos. Mas a situação intrigante não precisa acontecer apenas em cidades que desapareceram de maneira misteriosa, como a lendária Atlântida.
Na verdade, as cidades submersas são muito mais comuns do que podemos imaginar e estão espalhadas por todo o mundo. Em grande parte, elas foram inundadas com o propósito de utilizar a região como lagos artificiais, seja para a geração de energia ou como reservatórios de água.
Como a inundação é proposital, em algumas épocas do ano ocorre a diminuição do nível da água, o que revela as estruturas incríveis e, em alguns casos, praticamente intactas, construídas há até 700 anos.

1) Lake Mead, St. Thomas, Nevada

Fonte da imagem: Reprodução/Gizmodo
Na região de Lake Mead, existem diversas cidades submersas, e uma delas é St. Thomas. Quando o lago criado há 80 anos fica seco, é possível ver as fundações e até mesmo algumas paredes no meio da areia.

2) A igreja de Potosi, Venezuela

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr Juan Tello
A cidade de Potosi, em Táchira, Venezuela, foi inundada em 1985 para gerar energia elétrica, com o intuito de acelerar a evolução da região. Nos últimos anos, com a escassez de água no país, a cidade está começando a ressurgir. O que pode ser visto atualmente é a intacta torre de uma igreja.

3) Vilarinho das Furnas, Portugal

Fonte da imagem: Reprodução/Gizmodo
Portugal tem uma das mais impressionantes cidades submersas do mundo. Lá, você pode conhecer o Vilarinho das Furnas, uma cidade da época da Roma Antiga, mas que foi completamente submersa em 1972.
Curiosamente, o pequeno vilarejo era uma região esquecida pelo governo português, quando foi vislumbrado por engenheiros, em 1970. Eles encontraram ali uma sociedade independente regida por um sistema político bastante incomum, algo que pesquisadores acreditavam ter surgido com a ocupação bárbara.

4) A antiga Petrolândia

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr Andre Estima
O Brasil não fica de fora da lista. Petrolândia é uma cidade que foi inteiramente submersa nas águas do rio São Francisco. O que era uma cidade hoje fica escondido em nada menos do que 12 bilhões de metros cúbicos de água.
A inundação aconteceu em 1988 e, atualmente, a nova Petrolândia é uma das mais importantes cidades do sertão pernambucano. O único vestígio da antiga cidade está nos arcos de uma igreja, que aparece em meio à água.

5) Campanile Di Curon

Fonte da imagem: Reprodução/Atlas Obscura
O campanário que você pode ver nas imagens foi restaurado em seu local original em 2009, depois que toda a aldeia de Curon Venosta foi destruída com uma inundação na Segunda Guerra Mundial. No inverno, com o congelamento das águas, é possível caminhar até a torre.