domingo, 27 de agosto de 2017

Como serão os preservativos do futuro




Quando o assunto é sexo, talvez uma questão mais discutida em uma roda de amigos, seja do uso da famosa “camisinha”. Antes de tudo de tudo deves saber que existem as camisinhas masculinas e femininas. As duas tem com objetivo a proteção contra doenças sexualmente transmissíveis e gravidez indesejada. No entanto, as masculinas são mais utilizadas pelo facilidade de colocá-las e pelo valor muito inferior do que as femininas.
As camisinhas são chamadas popularmente de métodos de barreira. Essa denominação é dada porque elas evitam a passagem do sêmen, impossibilitando seu contato com o sistema reprodutor feminino e com o óvulo. A camisinha é muito eficaz, porém, se não usada adequadamente, pode romper-se ou permitir vazamentos. Sendo assim, é muito importante aprender a usar esse importante método contraceptivo.
Publicidade
Sabendo disso, vamos colocar uma pergunta em sua cabeça. Como serão os preservativos no futuro? Bom, algumas iniciativas já em desenvolvimento, é incorporar “grafeno” o látex de borracha a sua produção. O material de puro carbono, com um átomo de espessura, promete aumentar a resistência e propriedades mecânicas dos preservativos no futuro. Talvez uma das circunstâncias mais importantes dessa nova “camisinha” seja o fato dela poder ser duzentas vezes mais forte do que aço, mas altamente flexível elástica. Com vantagens de conduzir o calor de melhor forma com o cobre, melhorando assim as sensações durante a relação sexual.
Um projeto chamado HLL Lifecare, liderado por Lakshminarayanan, tentam trazer um protótipo de conservante biodegradável. Atualmente alguns consumidores conscientes optam por proteção ambiental, preservativos feitos de pele de carneiro, mas eles são extremamente caros.

Outros projetos financiados pela Fundação Bill e Melinda Gates está tentando utilizar o polietileno. Conforme explicado pela agência Sinc Ron Frezieres, diretor de Saúde Centro de Acesso Essencial (na Califórnia) e promotor do projeto, o polietileno é “transparente, inodoro, hipoalergênico, cinco vezes mais fino do que o látex e visivelmente mais forte”. Tentando assim acabar com algumas desculpas que homens usam dizendo que camisinhas são muitos pesadas para usá-las.

Fonte(s): Muyinteresante