sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Os alimentos mais viciantes que existem


Só de olhar a imagem de destaque dessa matéria e imaginar as comidas que você poderia comer agora mesmo, certamente já está com água na boca e uma coceira no estômago para saciar essa fome. Apesar da situação parecer só mais um desejo comum, pode se tratar de vício em comida.
Estima-se que cerca de 20% das pessoa de todo o mundo sofra com algum tipo de vício em comida ou comportamentos alimentícios. Apesar de talvez não parecer tão inofensivo, o vício em comidas funciona da mesma forma que os vícios em drogas, ou seja, viciados não conseguem controlar o nível de consumo de certos alimentos.
Apesar disso, não é qualquer comida que pode provocar esse tipo de comportamento.

Pesquisadores da Universidade de Michigan analisaram os hábitos alimentares de 518 voluntários. Para chegar a resultados, eles se basearam na Escala de Vício de Comida Yale (Yale Food Addiction Scale, ou YFAS). A ferramenta de referência é a mais utilizada para esse tipo de medição.
Cada participante que fez parte do estudo precisava analisar uma lista de 35 comidas de diferentes tipos, desde orgânicas até processadas. A ideia era avaliar cada alimento listado dentro de uma escala de 1, para alimentos nada viciantes, a 7, para extremamente viciantes.
Num resultado que chocou até mesmo os pesquisadores, 92% dos participantes demonstraram algum tipo de comportamento de vício em relação a alguns tipos de comida. Todos eles exibiam um padrão de tentativa de parar de comer algo, mas não conseguiam por conta de uma atração mais forte. Além disso, um número entre 7% e 10% dos participantes foi diagnosticado com vício grave.

De forma não surpreendente, o vício acontece principalmente com comidas processas e com altos níveis de açúcar ou gordura, como pizzas e chocolates. Por outro lado, entre as comidas menos viciantes se encontra produtos orgânicos e naturais como pepino e cenoura por exemplo.
Confira a lista com os resultados das comidas consideradas mais viciantes pelos participantes. Ao lado de cada uma, um número indica a pontuação média na escala utilizada no estudo (de 1 a 7).

1 – Pizza (4.01)


2 – Chocolate (3.73)


3 – Batatas Chips (3.73)


4 – Biscoitos (3.71)


5 – Sorvete (3.68)


6 – Batata frita (3.60)


7 – Cheeseburgers (3.51)


8 – Refrigerante (não diet) (3.29)


9 – Bolo (3.26)


10 – Queijo (3.22)


11 – Bacon (3.03)


12 – Frango frito (2.97)


Se você ficou curioso, aproveita para conferir a lista complementar dos alimentos listados como menos viciantes.

1 – Pepino (1.53)
2 – Cenoura (1.60)
3 – Feijão (1.63)
4 – Maçã (1.66)
5 – Arroz integral (1.74)
6 – Brócolis (1.74)
7 – Banana (1.77)
8 – Salmão (1.84)
9 – Milho (sem sal ou manteiga) (1.87)
10 – Morango (1.88)
11 – Barra de granola (1.93)
12 – Água (1.94)
Esse padrão acontece porque as comidas processadas podem causar desejo de açúcar porque provocam um desequilíbrio nas doses regulares do corpo. Além disso essas comidas induzem o cérebro a liberar compostos químicos que dão sensação de prazer. É importante destacar que o vício é perigoso e pode causar sérios problemas de saúde se não administrado e tratado.

Fonte(s) Authority Nutrition