sábado, 9 de setembro de 2017

7 animais que tem emprego e você não




O que você pensa a respeito do trabalho animal? Muita gente vai contra essas ideias, mas se pararmos para pensar um pouquinho melhor, existem muitas atividades que são melhor executadas com a ajuda dos animais, a exemplo dos cães, que sempre fazem um belo trabalho ao lado da polícia. Claro que existem certas atividades que podem ser mais perigosas e exigir mais dos bichinhos, e é por isso que é preciso ter cuidado e consciência ao tratá-los.
Acontece que somos acostumados a ver cavalos puxando carroças, gado ajudando a puxar equipamentos na fazenda, cães ao lado de policiais, enfim… Coisas do tipo, mas existem outros animais bem diferentes que trabalham ou já trabalharam com serviços humanos, sendo que alguns deles podem até ajudar a salvar vidas. Confere aí!

1 – Abelhas atuando nos aeroportos


Costumamos ver cães nos aeroportos ajudando a verificar malas e a encontrar itens ilegais, mas como simples abelhas poderiam ajudar? Bom, acontece que cientistas descobriram que elas possuem o faro tão bom quanto o de um cão, e nos Estados Unidos algumas abelhas já estão sendo treinadas para encontrar explosivos.
A intenção é fazer com que elas associem alguns materiais a produtos químicos que podem ser utilizados na fabricação de bombas. Esta pode ser realmente uma ótima alternativa, até porque, o treinamento delas pode ser feito de maneira muito mais fácil, e podem ser escondidas, o que permite que a identificação de objetos do tipo seja feita de forma discreta, sem o conhecimento do portador.

2 – Furões trabalhando com eletricistas


Os furões já foram animais muito utilizados por grandes empresas que precisavam fazer algum tipo de serviço elétrico. São muito conhecidos por sua agilidade e flexibilidade, fazendo com que alcancem os mais variados lugares, inclusive, conseguindo viajar por túneis de difícil acesso.
Tais habilidades faziam com que eles fossem empregados para colocar cabos elétricos em locais que costumavam ser difíceis para os humanos, e podem acreditar, a Boeing (grande corporação no segmento aeroespacial) possuía até a década de 1960, uma equipe própria de furões que faziam o transporte de cabos para as aeronaves.
Atualmente não são muito utilizados mais, pois por mais que sejam eficientes enquanto realizam o trabalho, podem perder o interesse de forma muito fácil, e acabam dormindo enquanto executam algo.

3 – Ratos detectam minas terrestres


Antigas zonas de guerra podem ainda conter minas terrestres espalhadas por seu território e é sempre muito difícil para um humano conseguir identificá-las, sendo que as vezes, algumas tragédias ainda acontecem e só são descobertas quando alguém passa por elas sem querer.
As ratas africanas se mostraram muito eficientes para detectar onde se localiza uma mina, mesmo que esteja enterrada a metros de profundidade. Elas possuem grande sensibilidade no olfato e conseguem identificar minas em apenas 20 minutos, e ainda assim, saírem ilesas do local, trabalho que um humano poderia levar até 4 dias para concluir. Ajudam a salvar vidas!

4 – Cães prefeitos


Pode parecer brincadeira, mas cães governam a cidade norte americana de Rabbit Hash. É uma cidade bastante pequena, a rigando apenas 315 moradores e é bem provável que fosse desconhecida para o resto do mundo se não fosse por esse fato inusitado. Isso ocorre desde o ano de  1998, e o prefeito mais famoso da cidade foi Junior Cochran, um labrador que atuou de 2004 até 2008, que foi o ano de sua morte. Atualmente o prefeito é o pitbull Brynneth Pawltro, que conta com a ajuda de um pastor-australiano.

5 – Guardas macacos


No ano de 2001, Nova Deli, a capital da Índia, começou a sofrer ataques bastante peculiares: pequenos macacos começaram a invadir edifícios do governo e a roubar objetos de valor e destruir outros. O governo indiano então, decidiu que a melhor opção seria “contratar” macacos maiores para vigiar os patrimônios, pois julgavam que intimidariam os macacos menores, fazendo com que eles tivessem que fugir e procurar por outros lugares. Por mais que pareça uma ideia maluca, realmente funcionou e os macacos foram pagos com bananas.

6 – Babuíno na estação ferroviária


No ano de 1800, enquanto o analista sul-africano James Wide trabalhava em uma estação ferroviária, um terrível acidente aconteceu: ele acabou caindo nos trilhos do trem enquanto um deles se aproximava, o que fez com que fosse atropelado e perdesse parte de suas duas pernas. Desde então, um babuíno foi utilizado para ajudar Wide a executar sua tarefas no trabalho.
O animal empurrava a cadeira do homem para onde precisava ir, e também ajudava controlando os interruptores de sinal da ferrovia. Depois de um tempo, a empresa viu que o animal poderia ser um ótimo funcionário e o contratou em tempo integral. Ele recebia comida como pagamento e ainda ganhava por semana, meia garrafa de cerveja, durante os 9 anos trabalhados.

7 – Macacos de coco que substituíram humanos


Em alguns países asiáticos a população precisa coletar cocos para sua sobrevivência, e este pode ser um trabalho bastante difícil e perigoso para um humano, e foi aí que os macacos começaram a ter destaque. São bastante ágeis e sabem escolher um coco como ninguém, sendo mais eficientes que os humanos neste trabalho. Muitos deles acabam sendo tratados como bichinhos de estimação para as famílias a que prestam o serviço.

Fonte(s) Ranker