sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Os Rambos da vida real




Rambo foi um dos soldados mais “machos” das telinhas, quando ele fazia aquelas coisas impossíveis que realmente só se vê no cinema. Para quem não sabe, o filme Rambo era estrelado pelo ator Sylvester Stallone, o soldado boina verde e ex-comandante do Vietnã, que se chama John Rambo.
Bom, a história do Rambo provavelmente vocês leitores já conhecem, mas vocês sabia que existiram soldados de guerra que faziam as mesmas façanhas que John Rambo? É amigo, tem  muita gente maluca nesse mundo que não tem medo de morrer, combatendo milhares de soldados inimigos sem sequer ter uma arma.
Pelo fato de existirem pessoas malucas as quais citamos acima, separamos alguns casos de gente que eram tão corajosas quanto o rambo, e contamos um pouco da história e das maluquices que essas pessoas cometeram. Então, se você gosta de histórias de guerra, confira aí:

1 – Simo Hayha

Os Rambos da vida real
Simo Hayha era um franco atirador e foi apelidado de A morte branca. Durante a segunda guerra mundial, ele foi o pesadelo de milhares de soldados soviéticos, atirando de longa distância. Simo matou 505 soldados em apenas 100 dias, porém os russos indignados conseguiram atingi-lo no rosto. Porém, Simon se recusou a morrer e foi encontrado em coma com o rosto deformado. Depois disso, Simon passou a viver criando cachorros e caçando alces, e é considerado um herói.

2 – “Mad Jack” Churchill

Os Rambos da vida real
Mad Jack ficou famoso por dizer na Segunda Guerra Mundial que armas eram coisas de homens fracos. Ele é o único homem que lutou contra milhares de nazistas apenas com uma espada e um arco e flecha. O homem era tão prodígio que ele liderou um batalhão e foi o único sobrevivente, além de ter infiltrado em um grupo de nazistas e ter capturado 42 deles.

3 – Bhanbhagta Gurung

Os Rambos da vida real
Outro soldado da Segunda Guerra Mundial que demonstrou ser muito melhor que o rambo foi o Bhanbhagta Gurung, que exterminou vários soldados inimigos usando apenas granadas. Mas não foi assim tão simples, depois que todo o seu grupo tinha morrido, ele sozinho matou franco atiradores, e usando de sua arte para subir em telhados ainda resgatou um soldado japonês. Parece até cena de filme de ação, mas essa história realmente aconteceu.

4 -Agustina of Aragon

Os Rambos da vida real
Agustina estava a caminho dos soldados espanhóis para lhes entregar maçãs durante a Guerra da Independência Espanhola, mas no caminho acabou se encontrando com soldados franceses. Mas ela não foi capturada desta vez, e assumiu o controle de canhões que a levaram a destruir toda frota de soldados da frança. Depois disso, ela até foi capturada, mas conseguiu escapar e chegou a se tornar líder de um bando de guerrilheiros, e foi chamada de Joana D’Arc espanhola.

5 – John Faifax

Os Rambos da vida real
A história de John Faifax é um pouco diferente dos outros, mas é uma bela história e daria um bom filme. Quando tinha apenas nove anos, John foi expulso dos escoteiros por usar uma pistola para atirar contra outro grupo de escoteiros. Aos 13 anos, ele fugiu de casa para viver como o Tarzan na selva amazônica. Quando tinha 20 anos ele foi para a selva caçar um jaguar com apenas uma pistola, e quando todos achavam que ele tinha morrido, ele apareceu com a pele do animal. E não acaba aí, ele ainda andou por toda América do Sul com uma bicicleta, depois remou sozinho pelo Oceano Atlântico e pouco tempo mais tarde pelo oceano Pacífico com outras pessoas.

6 – Dr. Leonid Rogozov

Os Rambos da vida real
O médico Leonid Rogozov serviu a Antártica em 1961 e infelizmente ele teve um problema de apendicite. O médico mais próximo para fazer sua cirurgia estava a mais de mil milhas e para piorar a situação estava caindo uma grande tempestade de neve. Era um caso de vida ou morte, então Rogozov resolver fazer uma cirurgia em si mesmo, usando um espelho e dois assistentes que nem sequer eram treinados. A cirurgia ocorreu bem e Rogozov foi premiado com a Bandeira Vermelha do Trabalho, pela União Soviética.

7 – Yogendra Yadav Singh

Os Rambos da vida real
Yogendra Yadav era um membro do batalhão de granadeiros indiano, durante uma conflito com o Paquistão no ano de 1999. Yogengra tinha uma missão muito difícil, que era escalar uma grande montanha e acabar com três bases dos inimigos. O problema é que essa montanha era feita de gelo, e a missão de Yadav foi subir a montanha de gelo e amarrar cordas para que o resto do batalhão pudesse subir. No caminho, os inimigos atacaram e mataram quase todo o batalhão, inclusive o comandante, mas Yadav, mesmo sendo baleado 3 vezes, continuou subindo. Mais a cima, inimigos abriram fogo mais uma vez contra Yadav, que usando apenas granadas acabou com as 3 bases dos inimigos.

[FONTE]