segunda-feira, 4 de abril de 2016

5 Animais assustadores que felizmente estão extintos




Presas, garras e uma infinidade de características assustadoras podem descrever diversos animais que a mãe-natureza já criou. Se nós pararmos para analisar, o passado do nosso planeta é bem obscuro e cheio de estranhas formas que destruiria a vida humana facilmente.
Nós seres humanos achamos que somos os mais inteligentes e espertos. Entretanto, isso não seria tão útil em um confronto com uma cobra de 15 metros capaz de engolir um humano inteiro.
Confira a seguir, uma lista com os animais mais assustadores que já habitaram nosso planeta. E não se esqueça de agradecer por eles estarem extintos:

Megalodon

5 Animais assustadores que felizmente estão extintos
Megalodon ganhou notoriedade pública graças a inúmeras obras de ficção como Jurassic Park. O animal poderia crescer até 18 metros de comprimento, superando a maioria dos dinossauros da época que mediam no máximo seis metros. Megalodon alimentava-se de baleias pré-históricas, golfinhos, tartarugas gigantes e basicamente qualquer animal que ele achasse interessante.

Piranha Gigante

5 Animais assustadores que felizmente estão extintos
Se a fama das piranhas atuais já é bem ruim, imagine uma piranha que chegava a um metro de comprimento. A Megapiranha paranensis tinha dentes extremamente afiados que podiam cortar até metais. Alguns especialistas dizem que ela era o T-Rex da água doce.

Escorpião Marinho

5 Animais assustadores que felizmente estão extintos
Se um escorpião na Terra já é assustador, imagine um escorpião-marinho de 2 metros de comprimento. Esse verdadeiro monstro além de nadar rápido, possuia um veneno muito poderoso capaz de causar grandes problemas para criaturas marinhas. Ele viveu a cerca de 4 milhões de anos e apesar de assustador, era considerado “manso”.

Gigantopithecus

5 Animais assustadores que felizmente estão extintos
Era uma espécie gigante de primata que existiu a cerca de 300.000 anos atrás. Seus restos fossilizados sugerem que a criatura tinha dentes gigantes mas tinha uma dieta vegetariana. Especula-se que a criatura possa ser a inspiração do mito do pé-grande.

publicidade

Titanboa

1
Essa cobra gigantesca também seria um verdadeiro pesadelo se existisse atualmente. Ela media até 15 metros, viveu a cerca de 60 milhões de anos e ela conseguiu sobreviver a extinção dos dinossauros. Sua alimentação era variada: de pequenos répteis a crocodilos gigantescos.

Fonte: Ultra Curioso