sexta-feira, 10 de março de 2017

8 bandidos Brasileiros que entraram para a história




Nos últimos 50 anos, muita coisa mudou. Basta abrir o seu computador, ou olhar o visor do seu moderníssimo smartphone, para você perceber que nesse período correspondente a metade de um século, a tecnologia e as coisas pertinentes à globalização, estão muito mais acessíveis.
Infelizmente nem tudo acompanhou a evolução para os moldes positivos. A violência e a criminalidade, por exemplo, continuam sendo uma temática paradoxal, onde os criminosos vem fazendo um curso de trajetória e usando apetrechos, que também ajudaram eles a se modernizarem, dentro da sua vasta gama de atuação em coisas ‘negativas’ para a sociedade.
Acompanhe conosco, um verdadeiro dossiê criminal, da ficha desses que são alguns dos bandidos mais famosos do país nos últimos 50 anos.

1. O bandido da Luz Vermelha – (1967)

8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
Um dos terrores da década de 60, a nível nacional, foi o “Bandido da Luz Vermelha”! João Acácio Pereira, agia de modo premeditado e sem qualquer tipo de compaixão e piedade com suas vítimas. Suas investidas ocorriam nas noites, para que ninguém pudesse reconhecer o semblante de seu rosto.
Quando pego pela polícia, Acácio foi condenado por 88 crimes, entre eles: 4 assassinatos, 7 tentativas de homicídio e 77 estupros. Ele ficou encarcerado durante 30 anos, prazo máximo permitido pela legislação brasileira. No ano de 98, foi assassinado com um tiro na cabeça, suspeito de assédio as mulheres da cidade que morava.

2. Cara de Cavalo – (1965)

8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
Cavalo, começou na criminalidade ainda quando era um pequeno garotinho morador da Favela do Esqueleto. Ele vendia maconha na famosa Central do Brasil, que inclusive virou tema de filme nacional. Ao longo dos anos, foi crescendo e se aperfeiçoando na criminalidade, ainda adolescente se tornou cafetão e envolveu-se com jogo do bicho.
Conforme o tempo passava, ele ia se munindo nos acessórios pertinentes à criminalidade, certo dia ele ao matar um detetive, acabou sendo alvo de uma mobilização que envolveu mais de dois mil policiais em quatro estados brasileiros, pela sua captura. Mais de um mês após a busca, foi pego em Cabo Frio, pelos policiais, e executado com 52 tiros, tendo sido, 25 deles apenas atingidos na região de sua barriga.

3. Lúcio Flávio – (1975)

8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
Ainda na época da ditadura militar, vivida pelo nosso país na década de 70, Lúcio Flávio começou a trilhar o mundo do crime. Sua família era partidária de Juscelino Kubitschek, e em certa reunião familiar, mais precisamente um casamento, a polícia invadiu o evento e constrangeu e agrediu Lúcio e seus familiares.
Sua vida acabou se tornando um livro, e posteriormente em 1977, um filme. Antes de morrer, Lúcio descreveu sua vida de crimes, de modo bastante sucinto, e entre os mais notáveis, estavam roubos à bancos, assaltos épicos e várias fugas alucinantes. Lúcio veio a óbito em 1975, quando um companheiro de cela, lhe desferiu facadas certeiras.

4. Mariel Mariscot – (1976)

8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
Mariscot era um policial civil concursado que aos 21 anos começou a ter êxito, bastante sucesso, em sua profissão. Certo dia, ele assassinou um bandido que estava realizando um assalto e que quis resistir à sua voz de prisão, o que acarretou na abordagem de um outro policial que queria enquadrá-lo com a acusação de homicídio.
8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
Após o episódio, Mariscot começou a se tornar um homem implacável, literalmente ‘sangue nos olhos’, e tinha a fama de ser um assassino ferrenho. Foi assassinado em 1981 quando estacionava o seu carro.

5. Escadinha – (1980)

8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
O bandido que é conhecido como “Escadinha”, vulgarmente falando, se chama José Carlos Dos Reis Encina. Escadinha era um traficante de drogas fundador do “Comando Vermelho“. Encina dividia opiniões, para alguns era apenas um bandido qualquer, para outros era um herói da luta de classes e que batalhava pelos interesses das ‘minorias’. Tendo sido preso, em 1986 ele acabou escapando da prisão de Ilha Grande, e protagonizou uma fuga digna de produções cinematográficas, tendo sido resgatado de helicóptero.
8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
Em 2004, em Bangu, ele dirigia normalmente seu carro, quando foi acometido com diversos tiros de fuzil que foram certeiros e ceifaram a sua vida.

6. Hosmany Ramos – (1981)

8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
Hosmany foi um cirurgião plástico extremamente popular, mas começou a se envolver com tráfico de drogas e roubo de artigos de luxo. Era milionário, trabalhava junto de Ivo Pitanguy, um dos cirurgiões plásticos mais populares e tradicionais do país. Preso em 1981, consegui fugir das prisões diversas vezes, até que foi pego na Islândia.

7. O Maníaco do Parque – (1998)

8 bandidos Brasileiros que entraram para a história

As mulheres eram o prato cheio desse motoboy extremamente bom de argumentação, e que aplicava golpes prometendo ser um “Caça Talentos” de uma revista de circulação nacional. Ele atraía as moças para um bosque no Parque do Estado em São Paulo para fazer fotos na natureza.
8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
Entretanto, não era nada daquilo que ele pretendia no início de suas abordagens, as mulheres eram vítimas de tortura, estupro e acabavam assassinadas. Ele foi preso em 1998, e confessou ter matado 5 de suas vítimas. Foi condenado a 270 anos de prisão, e por incrível que pareça, mesmo uma década e meia após o seu caso repercutir nacionalmente, ele recebe mensagens de mulheres de todo o Brasil, querendo conhecê-lo.

7. Fernandinho Beira-Mar – (2000)

8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
Criado na Favela Sagrado Coração, Fernandinho Beira-Mar, foi um dos maiores traficantes de drogas que o Brasil já viu. Aos 22 anos já havia sido preso, e já comandava o tráfico na região, tendo sido inclusive, um dos maiores contrabandistas de armas de toda América Latina.
8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
. O cara conseguiu adquirir pistolas automáticas mesmo estando na penitenciária de Bangu I (segurança máxima), e executou o rival de clã, chamado UÊ. Em 2012, ele foi transferido para Rondônia, e permanece lá, sob vigia constante.

{Bônus}

Celso Pinheiro Pimenta (Playboy) – (2015)

Antes de ter sido o traficante mais procurado do país, Celso Pinheiro Pimenta, mais conhecido como “Playboy“, era apenas um jovem que tirava notas ruins no colégio e que era super querido pelo corpo docente do colégio que estudava no bairro de Laranjeiras, no Rio de Janeiro.
8 bandidos Brasileiros que entraram para a história
“Playboy” começou no mundo do crime roubando carros, posteriormente foi para o assalto a apartamentos de luxo, junto com uma quadrilha de criminosos de classe média, inclusive o seu apelido é atribuído a sua condição social destoante das dos demais bandidos. Dentre suas maiores peripécias nos crimes, podemos citar o roubo de exatas 193 motos, dentro de um galpão reponsável pelo Departamento de Transportes Rodoviários do Rio. Foi morto recentemente em uma operação conjunta da polícia.
8 bandidos Brasileiros que entraram para a história

Fonte: Fatos Desconhecidos