sábado, 11 de março de 2017

O homem mais rico do Brasil




Há quem diga que o dinheiro é a solução de todos os problemas, seja de auto-estima, estética, realizações e coisas do tipo, mas há aqueles que dizem que o money simplesmente não trás felicidade. Respeitamos cordialmente ambos os pontos de vista, entretanto, hoje iremos falar do lado capitalista da ‘parada’. O negócio aqui hoje é lucro e vocês poderão conferir, que é uma ótica completamente absurda de se imaginar.
Que existem muitas pessoas ricas, milionárias, bilionárias, não é novidade alguma. Nós nascemos e crescemos e crescemos com a concepção de que o dinheiro funciona como se fosse a engrenagem da sua vida, e toda a vasta gama de setores que ela está inserida.
Dentro desse ponto de vista, iremos apresentar pra vocês hoje, pessoas como o Jorge Paulo Lemann, e o incrível modo cronométrico que ele recebe dinheiro, de acordo com estimativas da Revista Forbes.

O homem mais rico do Brasil
Aos 75 anos de idade, o brasileiro que é sócio da empresa de investimentos chamada 3G Capital Partners, que é um grupo que assume o controle de algumas empresas como a cerveja Budweiser, o Burger King e a Heinz. Além de ser o dono da Ambev, que é considerada a maior empresa que fabrica cervejas em todo o país e que tem no seu catálogo, empresas como a Skol, Antarctica e Brahma.
Grande parte dos investimentos de Lemann estão em bancos internacionais, ou seja, seu dinheiro está pautado na cotação do dólar. E você já deve ter reparado que o cenário para a valorização do dólar nos últimos meses anda um tanto quanto favorável.
Mas vamos ao nosso objetivo da matéria, que é o de chocar você. Quanto vocês acham que esse brasileiro super bem sucedido conseguiu lucrar em um pequeno intervalo correspondente aos últimos 12 meses?
O homem mais rico do Brasil
Em um somatório geral do último ano vigente, Jorge Paulo Lemann, conseguiu faturar a bagatela de R$ 3,86 milhões de reais. Mas espera ai, faltou um detalhe, o bilionário brasileiro faturou isso em média a cada hora.  
Lemann conseguiu a proeza, de na lista da Forbes subir de 2014 para 2015, de R$ 49,85 bilhões, para R$ 83,7 bilhões de reais. Isso tudo somente levando em conta de um ano para o outro.
O homem mais rico do Brasil
Outro fator que é realmente interessante à respeito disso, são os valores que até mesmo alguns de seus próprios sócios recebem no mesmo intervalo de tempo.