terça-feira, 20 de dezembro de 2016

8 cidades incríveis abandonadas


De cidades evacuadas para evitar catástrofes e tragédias a paisagens que sofreram com o tempo ou decisões políticas, confira algumas das cidades fantasmas modernas mais inacreditáveis ao redor do planeta.

1 – Kijong-dong

8 cidades incríveis abandonadas
Construída na Zona Desmilitarizada da Coreia, a cidade de Kijong-dong é uma das mais belas e bem construídas da Coreia do Norte. Apesar disso, ninguém vive, de fato, por ali. Apesar do governo norte-coreano insistir que a vila é habitada por famílias de produtores agrícolas, observadores da Coreia do Sul perceberam uma diferente realidade na cidade. Segundo eles, a cidade não tem moradores e estruturas construídas dentro dos prédios. Kijong-dong teria sido construída apenas para impressionar moradores das proximidades. Os supostos moradores que vivem no local são atores transportados diariamente para a cidade para interpretar pessoas comuns pelas ruas.

2 – Fukushima

8 cidades incríveis abandonadas
Em 11 de março de 2011, um acidente nuclear na usina de Fukushima chocou o Japão e o mundo. O acidente provocou a liberação de materiais radioativos na região e fez com que cerca de 300 mil pessoas fossem evacuadas numa área com raio de quase 50 km. Como muita gente saiu durante as emergências da evacuação, a zona de exclusão de Fukushima foi deixada como estava no momento da saída. A saída às pressas deixou a cidade parada no tempo. Diferente de Chernobyl, onde houveram saques por toda a cidade, Fukushima foi deixada exatamente como estava durante a evacuação, com objetos de valor, comida e até mesmo dinheiro espalhados pelo local.

3 – Varosha
8 cidades incríveis abandonadas
A cidade de Varosha, no Chipre, pode parecer com qualquer outro paraíso repleto de resorts e praias belas ao longo de sua costa. No entanto, com uma obervação mais próxima, se torna uma das cidades mais assustadoras do mundo. Em 1974, Varosha foi invadida pelo exército turco e seus 40 mil habitantes deixaram o local. Até hoje, a cidade é tomada pelos militares e na cidade só é possível encontrar poucos soldados e arames farpados por todos os lados em meio às construções abandonadas.

4 – Pripyat

8 cidades incríveis abandonadas
Pripyat é uma cidade abandonada perto da fronteira da Ucrânia com a Bielorússia. Seus moradores foram forçados a abandonar todos os pertences e residências depois que os reatores de Chernobyl apresentaram problemas, em abril de 1986. Fotógrafos do mundo todo visitam a cidade fantasma mais famosa do mundo para capturar imagens dos locais abandonados. De acordo com cientistas, a área deve permanecer insegura para ser habitada novamente pelos próximos 20 mil anos. Apesar disso, turistas podem conseguir o direito de visitar a cidade por um dia.

5 – Ilha Hashima

8 cidades incríveis abandonadas
Mais 5 mil pessoas viviam na Ilha Hashima, no Japão, até abril de 1974. No local, funcionava uma mina de carvão e as residências abrigavam trabalhadores e suas famílias. Quando a mina foi desativada, a cidade não resistiu por muitas décadas e todos os seus moradores abandonaram o local. Hoje, ninguém vive por lá, mas os prédios e demais construções resistiram ao tempo. A cidade abandonada tem um ar tão assustador que foi utilizada como lar do vilão de Skyfall, último filme de James Bond.

6 – Fordlândia

8 cidades incríveis abandonadas
Construída no Pará como parte de um projeto de Henry Ford, Fordlândia foi fundada em 1927. Na época, o dono da fabricante de veículos construiu a cidade, num acordo com o governo brasileiro, para abrigar trabalhadores de uma empresa de látex utilizados na fabricação de pneus. O projeto foi abandonado em 1945 e a cidade perdeu grande parte de seus moradores. Atualmente, segundo o censo de 2010 do IBGE, existem apenas cerca de 1200 moradores na vila.

7 – Vila Epecuén

8 cidades incríveis abandonadas
Fundada na década de 20, a Vila Epecuén, na Argentina, prosperou por cinco décadas. Em 1985, porém, uma série de temporais provocou a enchente de um lago, que acabou rompendo uma barragem da cidade e o local precisou ser evacuado. Até 2009, a cidade estava submersa em quase 10 metros de água, mas uma série de períodos de seca fez bom que ela reaparecesse como uma espécie de Atlântida.

8 – Aquadroma

8 cidades incríveis abandonadas
A construção do parque Aquadroma foi aprovada em 1997, durante as preparações para os Jogos Mundias da Juventude de 1998, que seriam realizados em Moscou. Com mais de 43 mil m², o parque foi construído com nove andares – e mais três subterrâneos, somando doze no total – e incluía cinco piscinas, diversos tobogãs, espaços de atletismo, além de quartos de hospedagem para atletas, escritórios, clínicas médicas e restaurantes. O parque não ficou pronto a tempo do início dos jogos, mas teve a obra realizada até 2002, quando foi interrompida. Em 2007, o local foi vendido para a construção de um shopping, mas nenhuma obra foi realizada ali.

Fonte: Fatos Desconhecidos