quarta-feira, 24 de abril de 2019

7 dicas para quem quer ter um gato!


Ter um gato as vezes pode ser algo bem difícil,  hoje separamos 7 dias para quem quer ter um bichano em casa, veja só!

1. Espaço
Gatos precisam de espaço, mas não tanto quanto os cachorros que são mais ativos. Se você mora num apartamento pequeno, um ou dois gatinhos são perfeitos para o espaço. Mas se você mora num lugar maior (um apê maior, uma casa com área) aí pode abusar um pouco. Aqui o quintal é mais que suficiente, daria para ter mais gatos (hehehe), mas estamos satisfeitos. Eles também gostam de brincar, subir nas coisas, correr, pular pra lá e pra cá, é bom exercitar também. No apê, ele vai provavelmente correr pelo corredor, subir na sua estante, no armário, na mesa, no parapeito da janela. Se você tiver um espaço legal nas paredes, dá até para fazer uma estrutura assim ó para eles brincarem.

2. Brinquedos para gatos
Além dessa estrutura que falei no tópico acima, os gatos adoram brinquedos que fazem barulho. Dê bolinhas de metal, de papel, aquelas que pulam, alguma coisa que faça barulho amarrada num barbante. Eles gostam de entrar nas coisas também: dê uma caixa de papelão ou de sapato mesmo e observe. Depois essa caixa vai servir também para afiar as unhas. Além disso, você pode ter um tronquinho de madeira que também serve para afiar as unhas. Sempre fique atento para o tamanho dos brinquedos, nada muito miudinho, você não quer ver seu gato engasgado.


3. Alimentação saudável e de qualidade
Meu pai é o "dono da chave do armário da comida". Ele é o principal responsável por alimentar a galera aqui. Por isso, resolvi "entrevistá-lo" para saber direitinho sobre a ração que compramos para eles. São mais de 15 anos com gatos e já compramos diversas rações, também por orientação do veterinário. Não quero gongar marca nenhuma, mas já compramos Whiskas, Gatsy e Cat Chow, e com essas três alguns deles tiveram problemas renais. Hoje compramos Royal Canin Premium para gatos e por enquanto estamos dando a de filhote para Dorinha. É uma ração mais cara, com certeza, mas o que vale é a saúde dos meus queridos. E outra, para quem não conhece, existe uma outra ração que já foi receitada pelo vet, a ProPlan Urinary para quando eles tiveram o problema de urina. Cada gato se comporta de um jeito com a ração, as três primeiras citadas podem ser que sejam boas para seu gatinho, mas é sempre bom ficar de olho na saúde deles. Quanto à frequência: três vezes ao dia a ração é colocada (manhã, hora do almoço e tarde). Mas eles nunca comem tudo. Gato come o dia inteiro: ao longo do dia ele sempre vai "bicar" um pouquinho.
Nada de comprar ração a granel: elas ficam expostas e ainda há risco de contaminação por seres indesejados como ratos e baratas (argh!).

4. Água sempre fresca
Temos potinhos de água espalhados pela casa em locais bem tranquilos, mas também na área de fora. Os gatos precisam se hidratar bastante e sempre estão bebendo água.

5. Higiene: banho e sujeirinha
Os gatos são animais limpos. Eles mesmos se limpam toda santa hora. É claro, que se você morar numa casa com quintal, a patinha rosinha do seu bichano não vai ser mais rosinha, e sim cinzinha. Você pode dar banho no seu gato (de vez em quando tá!). Não é necessário dar banho toda hora, como eu falei, eles mesmo se limpam. Mas, se precisar tratar algum problema dermatológico, pulgas, ou ainda se ele deu um rolê por aí, um banho é bom! É uma tarefa não muito fácil, dependendo da personalidade dele. Aqui, damos banho neles mais no verão. Mas é assim, um banho. Os gatos (geralmente) fazem suas necessidades nos locais certos, vez ou outra pode ser que eles errem o lugar, mas com o tempo vão acostumando. Você pode usar aquela areia própria para gatos ou mesmo jornalzinho. Aqui já usamos a areia, mas hoje em dia usamos somente o jornal, que é mais prático e barato.


6. Castração
Todos os meus queridos são castrados, com exceção da Dora (mas já estamos vendo à respeito). A castração ou esterilização evita as crias indesejadas, assim como a superpopulação de gatos. Geralmente, quando a gata fica gravidinha, podem nascer até uns 8 gatinhos, e isso pode acarretar o abandono dos bichinhos. Tem gente muito malvada que larga filhotes por aí. A castração é um processo bem simples e rápido e tem várias vantagens: qualidade e o tempo de vida do gato aumenta, podendo viver cerca de 18 anos (tenho uma que vai fazer 17!), evita complicações que podem ocorrer no cio, deixa eles mais tranquilos, diminui a necessidade de explorar, de sair de casa, marcar território, brigar.

7. Adote! 
Adotar animais é um ato muito lindo. Todos os meus são adotados, com exceção da Bolinha que é filha da Pepita (meu anjo). Existem várias ONGs de animais, e sempre tem alguém no Facebook doando gatinhos também. O site Adote um Gatinho está cheio de lindos esperando um lar. Aqui em Santos, sempre tem uma feira de adoção de gatos e cachorros no Gonzaga, perto do Mc Donald's. Vale a pena conferir! E também a AT Revista (que vem no Jornal A Tribuna) tem um seção especial para adoção.

Portal Vídeo - Compartilhe com os seus amigos!

Portal Vídeo no Facebook!
Próximo Artigo Next Post
Artigo Anterior Previous Post