quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

7 coisas que os médicos não querem que você saiba


Muitos médicos não buscam explorar as causas dos problemas seus pacientes, às vezes agindo de modo inconsequente, por incrível que pareça. Mesmo que seu médico não esteja intencionalmente enganando você, há varias coisas que eles podem acabar fazendo, dependendo do caso, para manter você no escuro sobre certas coisas. São segredos que podem poupar dinheiro, tempo ou até sua vida.
Confira a seguir o que você provavelmente nunca irá ouvir de seu médico:

1 – “Você não precisa deste teste”


Uma amostra nacional de colonoscopias de “vigilância” – procedimentos de acompanhamento feitos após pólipos serem removidos – descobriu que até 50 por cento dos médicos recomendaram esses testes desnecessariamente. Essa mentalidade de melhor-prevenir-do-que-não mantém os médicos seguros contra ações judiciais, e isso não se limita a colonoscopias.

2 – “Isso vai custar-lhe”


Das franquias às drogas, é provável que a visita do seu médico seja mais cara que o seu seguro pagará. Mas enquanto um estudo do Jornal da Associação Médica Americana mostrou que 79 por cento dos médicos acham que é importante dizer aos pacientes sobre esses custos, apenas 35 por cento realmente os informa. A desculpa? Muitos médicos dizem que estão sob pressões do tempo e não sabem o quanto pacientes estão gastando de seus bolsos, diz o Dr. G. Caleb Alexander, o autor do estudo.

3 – “Esse remédio é basicamente psicológico”


“Quarenta por cento dos pacientes com resfriados que vão a um médico recebem um antibiótico”, diz o Dr. Howard Brody, diretor do Centro de Ética e Humanidades nas Ciências da Vida da Universidade Estadual de Michigan. “Os médicos podem gastar 15 minutos explicando por que o paciente não precisa de remédio ou 1 minuto escrevendo uma receita médica”.

4 – “Eu não evito problemas, eu os conserto (temporariamente)”


Um estudo publicado no Jornal Americano de Nutrição Clínica descobriu que apenas um em cada seis médicos explica aos pacientes sobre o papel da nutrição na prevenção de doenças, enquanto os pesquisadores do Colorado descobriram que apenas 28 por cento dos médicos mencionam a grande importância de exercícios físicos. “Nós tendemos a ser mais farmacologicamente orientados por causa do treinamento como médicos medicinais.”, diz o Dr. Mark Houston, autor de “O Que Seu Médico Pode Não Falar Sobre Hipertensão.”

5 – “Não se junte a este ensaio clínico”


Os médicos podem ganhar US $ 5.000 para cada paciente que recrutam para um ensaio clínico, então você pode receber um conselho pela promessa de um retrocesso. Isso é assustador, especialmente porque os ensaios clínicos são altamente perigosos. “A droga está sendo testada precisamente porque não sabemos como funcionará”, diz o Dr. Steven Joffe, pesquisador do Instituto de Câncer Dana Farber.

6 – “Há um remédio mais barato”


Se um remédio de marca custa US $ 1,50 e um genérico igualmente eficaz custa 10 centavos, por que alguém prescreveria o de maior valor? “A maioria dos médicos não está prescrevendo medicamentos genéricos porque há recompensas a serem obtidas na indústria farmacêutica”, diz Evan Levine, M.D., autor de “O Que Seu Médico Não Irá (Ou Não Pode) Lhe Dizer”. A lei federal proíbe as empresas de compensar descaradamente os médicos, mas certamente há lacunas. “Eles levam os médicos para um jantar caro ou a um clube de strip-tease e contam isso como um “seminário de ensino”, diz o Dr. Levine.

7 – “Eu vou sempre pressioná-lo a fazer cirurgia”



“Nos sistemas de valores de muitos médicos, a cirurgia é o padrão”, diz Christopher Meyers, diretor do Instituto Kegley de Ética da Universidade Estadual da Califórnia. Mas pesquisas indicam que a cirurgia geralmente não é a melhor opção. Um estudo da Faculdade de Medicina Baylor mostrou que dor crônica no joelho não mudou após a cirurgia, enquanto outro estudo descobriu que uma estratégia de esperar-pra-ver com hérnias pode ser tão efetivo quanto levar um tiro e não ir a um hospital”.

Anúncio



Uêba - Os Melhores Links
EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs!