segunda-feira, 5 de março de 2018

O homem que vive a vida como um cachorro


Quando Rachel Watson, residente do Reino Unido concordou em se casar com Tom Peters, ela não tinha a menor ideia de que ela também estaria se casando com seu desejo de viver como se fosse um cachorro. Ao descobrir o estilo de vida canino de seu parceiro, ela decidiu cancelar o noivado, porém, Rachel diz que os dois agora estão mais próximos do que nunca.

Tom Peters insiste que este seu estilo de vida não está focado em nenhum desejo sexual. É mais como se fosse uma zona de conforto para ele. Isso pode ser um sinal de licantropia clínicauma síndrome psiquiátrica rara que causa uma ilusão na pessoa afetada para que essa precise se tornar um animal não humano. Tom e Rachel levaram o seu caso ao programa da ITV, This Morning, para discutir seu relacionamento atual com os amigos. Rachel diz que no documentário The Secret Life of Human Pups, no qual Tom foi apresentado, que isso a ajudou a compreender melhor Tom e outros como ele. O documentário explora a comunidade escondida de homens adultos que se vestem como cães como forma de lazer.
Para alguns, isso deveria ser tipo uma fantasia à se realizar dentro de um quarto, mas para outras pessoas como Tom, isso preenche uma necessidade profunda e uma exigência de companheirismo. Quando ele não está vestido como cachorrinho, trabalha como técnico de som e iluminação para uma companhia de teatro local em sua cidade natal. Sua dedicação em se tornar um cachorro em tempo livre já dura quase uma década.
Tom gastou quase 4.000 libras (R$17.500) em seu vestimento de filhote de cachorro. Além disso, ele passa as suas noites em uma gaiola grande. Todas essas coisas podem ser vistas no documentário The Secret Life of Human Pups. Tom, quanto está vestido de cachorro, quer sempre ser chamado de Spot, e é ele (Spot) que é considera ser a sua verdadeira personalidade. Na maior parte do tempo, Tom afirma que se tornar um “cão humano” é uma fonte de alívio terapêutico para ele. Mas para sua até então companheira, Rachel, o seu relacionamento com Tom nunca mais será romântico.

Próximo Artigo Next Post
Artigo Anterior Previous Post