sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

5 animais que sobreviveram a um desastre nuclear


O apocalipse pode vir de todas as formas e maneiras, seja em catástrofes climáticas, guerras civis, explosões nucelares, colisões de super meteoros ou até mesmo uma praga, vírus e vírus dizimando tudo e todos levando a extinção.
> Após essa introdução sombria e pessimista vamos usar a imaginação. Pinte um cenário paradisíaco com o sol se pondo no horizonte. Do nada vem uma nuvem nuclear e destrói tudo. Qual animal morreu primeiro? Não sei. Talvez o que estivesse mais próximo da bomba ou usina que explodiu, mas esse não é o foco de hoje.
Hoje vamos descobrir quais animais sobreviveriam, ou pelo menos os que resistiriam mais. Vamos a lista de 5 animais que sobreviveriam a um desastre nuclear.

Aproveitando a visita, não deixe de conferir também ANIMAIS QUE A CIÊNCIA ESTÁ TENTANDO REVIVER APÓS A EXTINÇÃO.

5. Baratas

5 animais que sobreviveram a um desastre nuclear
ÓBVIO, não é? Elas podem sobreviver a quase tudo. É impressionante como as baratas possuem todos os aparatos para resistir a vários perigos.
As baratas estão por aí por cerca de 250 milhões de anos e já sobreviveram a várias destruições em massa. Bom, elas podem se regenerar, se produzem em uma velocidade impressionante e não precisam de água por várias semanas. O mais assustador é que como os cérebros estão espalhados pelos seus corpos, elas podem sobreviver tranquilamento sem cabeça!

4. Mummichog

5 animais que sobreviveram a um desastre nuclear
Esse é um tipo de peixe com 15 cm de comprimento e vive no costa da América do Norte. Ele tem uma habilidade praticamente única de se adaptar, podendo viver em águas doces, salgadas, frias, quentes, poluídas ou limpas.
Essa adaptabilidade vem da habilidade do peixe de ativar e desativar um grande número de genes de acordo com o ambiente inserido. Em um experimento, as Mummichogs foram mandadas para o espaço e se adaptaram a vida sem gravidade em três semanas e suas crias se adaptaram ainda nos ovos.

 3. Humanos

5 animais que sobreviveram a um desastre nuclear
Cientistas acreditam que quanto maior o cérebro, maior a habilidade de se adaptar. E nesse quesito, estamos bem a frente da grande maioria das espécies do planeta. Nós somos Homo Sapiens, do Latin “Homen sábio”, nossa maior marca de evolução é o tamanho dos nossos cérebros. Caso algum apocalipse ocorra, muitos de nós vamos morrer, mas a espécie deve continuar.

2. Lingula

5 animais que sobreviveram a um desastre nuclear
A lingula é um animal com uma proteção externa assim como uma ostra e estão por aí por mais ou menos 439 milhões de anos. Elas já sobrevieram a cinco grandes apocalipses graças a suas atribuições e o habito de se esconder em buracos quando estão em perigo.
A lingula está aqui e não deve ir embora tão cedo.

1. Tardigrada

5 animais que sobreviveram a um desastre nuclear
Também conhecidos como ursos d’água, eles têm a reputação de serem os animais mais fortes do mundo. Eles são pequeninos, cerca de 1mm de comprimento e podem ser encontrados nas profundezas do oceano ou mesmo no seu quintal. O fato de estarem em tantos lugares é porque viajam com o vento. Eles podem sobreviver a altas pressões, radiação, vácuo no espaço, altas e baixas temperaturas e desidratação.